PROJETO RECÔNCAVO TRARÁ DESENVOLVIMENTO PARA AGRICULTORES DA REGIÃO

Como parte do programa Cruz Mais Forte, na tarde desta sexta-feira (04), no Centro de Apoio Pedagógico, foi lançado o Projeto Recôncavo. Uma parceria de assistência técnica que visa fortalecer as cadeias produtivas da mandioca e fruticultura, com um investimento inicial previsto em R$ 2,9 milhões de Reais, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação regional (CAR).


Com ações que incluem a regularização fundiária e ambiental, construção de seis agroindústrias de beneficiamento de frutas, seis de beneficiamento da mandioca e ainda a instalação de seis unidades didáticas de referência de difusão de tecnologias de produção e agroindustrialização da mandioca, inhame e frutas tropicais, o Projeto Recôncavo tem Cruz das Almas o seu ponto de partida, uma conquista para os agricultores e agricultoras familiares, envolvendo o Governo Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, a EMBRAPA e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Em média, 3.600 (três mil e seiscentos) agricultores(as) serão beneficiados, abrangente aos municípios de Governador Mangabeira e Sapeaçu.


Estavam na formação da mesa o prefeito Orlandinho, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Pedro Melo, o presidente da CAR, Wilson Dias, a pró-reitora da UFRB, Tatiana Veloso, e o diretor da EMBRAPA, Carlos Estevão. A palestra de apresentação do projeto foi ministrada pela professora Dra. Alicia Ruiz Olalde, que tem experiência na área de Economia, com ênfase em Desenvolvimento Rural, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar, políticas públicas e desenvolvimento regional.



Por: Ivan Cerqueira         Fotos: Paulo Galvão Filho / Cristiano Peixoto



Compartilhe

Mais Notícias