Projeto Março Mulher movimenta o centro da cidade

Iniciando o projeto Março Mulher, aconteceu nesta quarta-feira (08) uma feira voltada ao publico feminino. Estética, saúde da mulher, esclarecimento jurídico, artesanatos, produtos da agricultura familiar, não faltaram opções para as mulheres que visitaram a Praça Senador Temístocles.

O secretário de Políticas Especiais, Pablo Rezende, destacou a importância do Março Mulher e continuidade do projeto. “Quero agradecer a presença de todos e todas aqui neste dia especial dedicado às mulheres. É uma grande satisfação promover esta ação. Teremos um mês com uma programação diversificada, entregas de alguns serviços em apoio às mulheres de nosso município e que estarão disponíveis não apenas neste mês de março. Participem, mulheres, porque vocês são protagonistas desta história”. Em sua fala, na abertura do evento, o prefeito Orlandinho falou do papel importante que as mulheres têm na formação da sociedade, do envolvimento político, dando destaque às ultimas eleições, quando três saíram vitoriosas, conquistando uma cadeira no Legislativo Municipal. “Independente da preferência partidária, gostaria de saldar as vereadoras aqui presentes, Ilza Francisca, Maria Cedraz e Camila Moura, destacando aqui a vitória dessas mulheres que, após quatro anos sem representatividade na Câmara Municipal, conquistaram seus espaços representando a sociedade cruzalmense. Estamos na terceira versão do Governo do Povo e sempre fiz questão de apoiar e incentivar as mulheres nas conquistas dos seus ideais, fazendo parte do primeiro escalão, em cargos historicamente ocupados por homens”, declarou o prefeito.

A cerimônia foi encerrada com uma palestra do promotor de justiça, Dr. José Reis, falando dos crimes contra a mulher e como elas devem agir na busca de um apoio. “Engana-se quem pensa que agressão contra a mulher é só a agressão física. Um xingamento, uma situação de superioridade na família quando um irmão acha que, por ser homem, tem o direito de mandar na irmã. Se alguém tenta obrigar a mulher a fazer alguma coisa que ela não quer fazer, a gente tem aí uma situação de violência contra a mulher. A minha recomendação é que procure o Centro de Referência da Mulher – Maria Joaquina – procure apoio, exponha a situação. Se chegar ao ponto de uma agressão procure a delegacia. Nós também estamos disponíveis para ajudar é só procurar o Ministério Público”.

A próxima ação do Março Mulher será a entrega da nova Instalação do Centro de Referência Maria Joaquina, na Avenida Crisógno Fernandes, 206, nesta quinta-feira (09), às 9h.

Compartilhe

Mais Notícias